Clique aqui para
nossa página

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Galática


Episódio 1
Apresentação

“....(ruído).....Base terrestre......câmbio.....motores pararam, sistemas primário inoperante, sistema secundário em mal funcionamento, suporte de vida ainda esta ligado......(ruído forte)....mas não sei por quanto tempo........teremos de aterrissar nos arredores de Próxima Centauro.............nos vamos...........(estrondo forte, seguido de perda de sinal).
Alguns dias antes...
          -Senhor, estamos prontos para a decolagem!
O comandante Haris Hett parou por alguns instantes, olhou pela janela e deu a ordem:
        -Ligar motores principais, destravar plataforma,.......Lançar.
A nave Flash Howk começa ganhar altura, sua lataria feita de uma liga de Titânio, misturado a Prata e Carbono e Superalita (mineral encontrado em abundância no interior da Lua, com ponto de fusão entorno dos 9600 Graus Celsius) oferecendo grande dureza e resistência ao calor. Em poucos segundos já estava no espaço, com toda sua monstruosidade e belíssima fuselagem, prateada na ponta, próxima a cabine, e mais escura na traseira perto dos grandiosos motores, seis o todo. Os motores superiores direito e esquerdo são movidos a fluxo de plasma ionizado, os inferiores direito e esquerdo são fotônicos de alta energia, e os centrais, superior e inferior são de antimatéria (movido pelo aniquilamento da antimatéria pela meteria gerando grande quantidade de energia).
Essa maravilha do conhecimento humano possui alem do sistema de gravidade artificial tem uma coisa que é mais impressionante do que seus motores, um pequeno acelerador de partículas ao redor do interior da fuselagem que gera um tipo de energia que anula toda a matéria da nave deixando-a imune a gravidade e ao risco de se tornar energia ao se aproximar da velocidade da luz.

Galatica 2

Saiba mais em:
Dicionário Galatica

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...